11 ago

Tia Norma

Tia Norma

O coração da Cachaça. Famosa por ser uma cozinheira de mão cheia e nos fazer babar com a sua maravilhosa Cuca de Doce de Leite com banana,  receita que foi incorporada pelo cardápio de um dos nossos amigos e parceiros, a Charlie Brownie. Dona Norma Winter: sinônimo de bravura e carinho. Com ela aprendemos a ter mais paciência, humildade e a viver intensamente cada minuto e cada detalhe. É a nossa guia, o nosso colo, a nossa esperança e força.  Um ser que irradia luz por todos os cantos e sem ela nossos dias nunca seriam os mesmos.

O coração da Cachaça. Famosa por ser uma cozinheira de mão cheia e nos fazer babar com a sua maravilhosa Cuca de Doce de Leite com banana,  receita que foi incorporada pelo cardápio de um dos nossos amigos e parceiros, a Charlie Brownie. Dona Norma Winter: sinônimo de bravura e carinho. Com ela aprendemos a ter mais paciência, humildade e a viver intensamente cada minuto e cada detalhe. É a nossa guia, o nosso colo, a nossa esperança e força.  Um ser que irradia luz por todos os cantos e sem ela nossos dias nunca seriam os mesmos.

11 ago

Solange (Sol ou Miranda)

Solange (Sol ou Miranda)

Sou uma mulher em constante evolução, sempre em busca de novos conhecimentos, apaixonada por muitas coisas, mas, principalmente, pelos meus dois filhos caninos, o Ozzy (Osbourne) e o Ziggy (Marley), por música (embora ainda não saiba tocar um instrumento!), gastronomia – os anos com restaurante me viciaram em experimentos culinários (a alquimia de criar um novo prato é envolvente!), vinhos e drinks diferentes.

miranda@cachacabr.com

Sou uma mulher em constante evolução, sempre em busca de novos conhecimentos, apaixonada por muitas coisas, mas, principalmente, pelos meus dois filhos caninos, o Ozzy (Osbourne) e o Ziggy (Marley), por música (embora ainda não saiba tocar um instrumento!), gastronomia – os anos com restaurante me viciaram em experimentos culinários (a alquimia de criar um novo prato é envolvente!), vinhos e drinks diferentes.

miranda@cachacabr.com

11 ago

Milonga – No Céu (02.06.2014 a 04.01.2017)

Milonga – No Céu (02.06.2014 a 04.01.2017)

Filha da Linda, Milonga é uma ótima companheira canina. É meiga, seu nome é inspirado num ritmo gaúcho e ela realmente não tem noção do seu tamanho. Se tem alguém que gosta de tretas é ela também. Seu brinquedo favorito é uma almofada velha e babada. Muito carinhosa e agitada. Fica contente quando vê qualquer um e morre de ciúmes do Anderson. Sua famosa frase é: “Au au au au au au au au au auauaAUUAUAauauauauauAuauauau………..”

Filha da Linda, Milonga é uma ótima companheira canina. É meiga, seu nome é inspirado num ritmo gaúcho e ela realmente não tem noção do seu tamanho. Se tem alguém que gosta de tretas é ela também. Seu brinquedo favorito é uma almofada velha e babada. Muito carinhosa e agitada. Fica contente quando vê qualquer um e morre de ciúmes do Anderson. Sua famosa frase é: “Au au au au au au au au au auauaAUUAUAauauauauauAuauauau………..”

16 jan

Matheus Campos (Bill)

Matheus Campos (Bill)

Geminiano do primeiro decanato. Louco dos signos mas nem tanto.
Um homem de poucas palavras e objetivo, sem medo de mostrar sua essência e de usar o sarcasmo em suas falas. Quer engolir o mundo, mesmo sabendo que não pode. Vegano apaixonado por gastronomia, animais (humanos inclusos) e cinema. Estudante de publicidade e propaganda da ESPM.

bill@cachacabr.com

Geminiano do primeiro decanato. Louco dos signos mas nem tanto.
Um homem de poucas palavras e objetivo, sem medo de mostrar sua essência e de usar o sarcasmo em suas falas. Quer engolir o mundo, mesmo sabendo que não pode. Vegano apaixonado por gastronomia, animais (humanos inclusos) e cinema. Estudante de publicidade e propaganda da ESPM.

bill@cachacabr.com

11 ago

Linda – No céu – 14.06.2016

Linda – No céu – 14.06.2016

Linda McCartney, inspirada na fotógrafa e esposa de Paul McCartney, é a mãezona canina da casa. Ela é branquinha, preguiçosa e cuida muito da sua filha Milonga. Ela é a mais good vibes da casa e ama carinho na barriga. Quando falamos de classe e elegância é a Linda que comanda, uma lady. Um pouco introspectiva, porém amorosa ao extremo! É a Linda que recebe nossos clientes na porta da Cachaça com a maior doçura e elegância!

Linda McCartney, inspirada na fotógrafa e esposa de Paul McCartney, é a mãezona canina da casa. Ela é branquinha, preguiçosa e cuida muito da sua filha Milonga. Ela é a mais good vibes da casa e ama carinho na barriga. Quando falamos de classe e elegância é a Linda que comanda, uma lady. Um pouco introspectiva, porém amorosa ao extremo! É a Linda que recebe nossos clientes na porta da Cachaça com a maior doçura e elegância!

21 jul

Leando Wagner

Leando Wagner

Um “quase gaúcho”, pois nasci no MS, e me mudei ainda criança para o RS. Hoje com 23 anos, estudo Design na ESPM. A partir da minha paixão pelo desenho e pela estética visual, achei a área de atuação ideal para tornar dela um prazer.  Amo viajar e conhecer novas pessoas e culturas. Luto pelos meus ideais e tento o máximo ter compaixão com o próximo e não propagar o ódio. Minhas cachaças são minha família, minha gata Coisinha e Lady Gaga.

Um “quase gaúcho”, pois nasci no MS, e me mudei ainda criança para o RS. Hoje com 23 anos, estudo Design na ESPM. A partir da minha paixão pelo desenho e pela estética visual, achei a área de atuação ideal para tornar dela um prazer.  Amo viajar e conhecer novas pessoas e culturas. Luto pelos meus ideais e tento o máximo ter compaixão com o próximo e não propagar o ódio. Minhas cachaças são minha família, minha gata Coisinha e Lady Gaga.

16 jan

Fânny Ferreira

Fânny Ferreira

Gaúcha, missioneira, guria lá da fronteira. Um belo dia pensei – Chegou a hora de enfrentar o mundo. Três mochilas, um violão e muitos sonhos. Ali estava o MEU mundo. Coloquei tudo nas costas e fui/vim.
Graduanda de Relações Públicas com ênfase em Produção Cultural e Bacharel em Direito, sou apaixonada, inquieta e obstinada.
Acredito que através da comunicação podemos mudar o mundo, começando pelo nosso! Afinal: “A revolução cultural começa no seu quintal, no fundo da sua casa” – Confraria Ventania

fanny@cachacabr.com

Gaúcha, missioneira, guria lá da fronteira. Um belo dia pensei – Chegou a hora de enfrentar o mundo. Três mochilas, um violão e muitos sonhos. Ali estava o MEU mundo. Coloquei tudo nas costas e fui/vim.
Graduanda de Relações Públicas com ênfase em Produção Cultural e Bacharel em Direito, sou apaixonada, inquieta e obstinada.
Acredito que através da comunicação podemos mudar o mundo, começando pelo nosso! Afinal: “A revolução cultural começa no seu quintal, no fundo da sua casa” – Confraria Ventania

fanny@cachacabr.com

09 mar

Carla Lopes (Kaka)

Carla Lopes (Kaka)

O mundo me faz, me transforma e me completa. Sou tudo que vivi e o que eu tenho pra viver. Determinada e com uma personalidade forte, acredito na diversidade e na empatia com as pessoas e natureza. Estudante de Publicidade e Propaganda da ESPM-Sul, apaixonada por viagens, cachorros, um bom arroz e feijão, e lógico aquela cachacinha.

carla@cachacabr.com

 

O mundo me faz, me transforma e me completa. Sou tudo que vivi e o que eu tenho pra viver. Determinada e com uma personalidade forte, acredito na diversidade e na empatia com as pessoas e natureza. Estudante de Publicidade e Propaganda da ESPM-Sul, apaixonada por viagens, cachorros, um bom arroz e feijão, e lógico aquela cachacinha.

carla@cachacabr.com

 

11 ago

Anderson (Ander)

Anderson (Ander)

Desde muito pequeno tive a certeza de que o nosso maior patrimônio não são os bens materiais mas, sim, as pessoas. Amo viajar na geografia e no pensamento. Aos 6 anos de idade já sonhava em fugir com o circo para percorrer o mundo. Hoje conheço 24 das 27 capitais brasileiras e viajei por mais de 25 países e me sinto recém começando. Nadar com golfinhos em Noronha, saltar de asa delta no litoral paulista, contemplar o nascer do sol e a invasão de dezenas de balões no céu de Bagan, no Myanmar,  ou escalar o monte Wayna Picchu, no Peru, são apenas alguns exemplos. Acredito que cada viagem equivale a leitura de um bom livro. E é justamente essa riqueza diversa de experiências transformadoras, colaborativas e vivências pautadas na simplicidade e na caridade que levamos com a gente quando partimos para outro plano. Sou uma mistura de Forrest Gump com Gilbert Grape. Neste contexto de sonhar e contar histórias, o diploma de jornalista se torna uma simples formalidade. Encantado! Sou o Ander Hartmann, o menino que sorri com os olhos ou álcool da Cachaça!

 

anderson@cachacabr.com

Desde muito pequeno tive a certeza de que o nosso maior patrimônio não são os bens materiais mas, sim, as pessoas. Amo viajar na geografia e no pensamento. Aos 6 anos de idade já sonhava em fugir com o circo para percorrer o mundo. Hoje conheço 24 das 27 capitais brasileiras e viajei por mais de 25 países e me sinto recém começando. Nadar com golfinhos em Noronha, saltar de asa delta no litoral paulista, contemplar o nascer do sol e a invasão de dezenas de balões no céu de Bagan, no Myanmar,  ou escalar o monte Wayna Picchu, no Peru, são apenas alguns exemplos. Acredito que cada viagem equivale a leitura de um bom livro. E é justamente essa riqueza diversa de experiências transformadoras, colaborativas e vivências pautadas na simplicidade e na caridade que levamos com a gente quando partimos para outro plano. Sou uma mistura de Forrest Gump com Gilbert Grape. Neste contexto de sonhar e contar histórias, o diploma de jornalista se torna uma simples formalidade. Encantado! Sou o Ander Hartmann, o menino que sorri com os olhos ou álcool da Cachaça!

 

anderson@cachacabr.com